O que é private equity e como funciona no Brasil?

Equipe Prestum
Sexta-feira, 23 Janeiro, 2015
O que é private equity e como funciona no Brasil?
Private equity refinanciamento imobiliário são o mesmo conceito. É um crédito pessoal, ou seja, de uso livre, que pode ser obtido mediante o oferecimento de um imóvel quitado como garantia da operação. Por meio de alienação fiduciária, este bem ficará sob posse do banco durante todo o período que durar o empréstimo. Em caso de inadimplência, o solicitante perderá o seu imóvel, o que é considerado o maior risco desta linha de crédito. 
 
A principal vantagem, porém, é apresentar um custo bem baixo. Como a instituição financeira tem a segurança de ficar com o imóvel caso o tomador deixe de pagar as parcelas do empréstimo, isso torna o crédito mais seguro, fazendo com que a taxa de juros cobrada seja uma das mais baixas do mercado. Em média, são de 2% ao mês, mas isso varia dependendo da instituição financeira. 
 
Outro ponto positivo é que se trata de um empréstimo de médio e longo prazo. O tempo do contrato costuma durar entre 15 e 20 anos, fazendo com que as parcelas sejam menores, o que pesa menos no orçamento familiar.  
 
Quase todos os bancos de grande porte no Brasil oferecem a opção de private equity. Banco do Brasil, Caixa, Bradesco Itaú são alguns deles. Aqui no país, está operação é mais contida e segura, o que distancia o private equity praticada aqui daquele que foi o estopim da crise econômica mundia, iniciado nos Estados Unidos. 
 
Lá, os bancos ofereciam crédito com valor superior ao de avaliação do imóvel e, muitas vezes, concediam mais de um empréstimo tendo como garantia o mesmo bem. Isto não acontece no Brasil. O limite do crédito costuma ser de 60% a 70% o valor do imóvel e só é permitida uma operação por bem. 
 
O private equity é relativamente novo e vem crescendo a cada ano no País. Apesar de ser um crédito simples, barato e de prazo longo, avalie sempre se realmente precisa do empréstimo e se terá fôlego financeiro para arcar com as parcelas. Afinal, é o seu patrimônio que estará em jogo. Vale lembrar que os bancos não costumam aceitar imóveis comerciais ou rurais como garantia. A grande maioria exige que o bem seja localizado na mesma cidade onde mora o tomador, em nome dele e já quitado. 

Mais lidas

em Infoprestum

1
Conheça os tipos de danos cobertos pelos seguros de carro
11/06/2012
2
Quer começar a investir? Entenda o que é clube de investimento
12/12/2013
3
Precisando de crédito para pagar dívidas?
06/02/2014
4
Dúvidas sobre cheque?
31/01/2014
5
Saiba como declarar consórcios no IR 2013
26/02/2013
6
Precisando de um empréstimo pessoal? Veja linhas de crédito
08/01/2014
7
Dívida tem prazo de validade?
19/09/2013
8
O que é melhor, empréstimo ou cartão de crédito?
06/02/2012
9
Quando começa a valer o seguro de um carro
19/06/2012
10
Dúvidas sobre financiamento?
10/02/2014
 

Enviar um comentário

 
Para que seu comentário seja publicado, solucione o cálculo abaixo.
Quero receber notícias deste site